Faculdade de Moda Intercâmbio

Intercâmbio: O Projeto da Disciplina Design de Sportswear

design-sports-2

Design de Sportwear é uma disciplina que fiz durante o meu período de intercâmbio em Portugal, no curso design de moda, da UBI. Ela aborda o  processo criativo aplicado à moda, para a criação de uma coleção de sportswear. Mencionei essa matéria, ainda ano passado, no post  As disciplinas do Curso de Moda, onde falei sobre a diferença que percebi no processo criativo da UBI e da Feevale (universidade do Brasil) e também prometi fazer um post específico sobre a disciplina. Então, hoje vou falar sobre todas as etapas desse projeto, desde a criação de uma história-tema, minhas inspirações e a confecção da peça final. 

1. Criação de uma história – tema para a coleção

20170118_163108-certo-2

Para criar a história-tema eu me inspirei em algumas crenças e divindades da civilização minoica, que habitou a ilha de Creta, na Grécia, durante a antiguidade, assim como alguns mitos gregos. O “pilar” da minha história foi a Deusa das Serpentes, nome dado à uma estatueta encontrada em Cnossos, que acredita-se ser uma sacerdotisa.   No total a minha história tem 17 páginas, por isso não vou colocar toda aqui, mas vocês podem ler o resumo na imagem acima, para se situar melhor nas etapas a seguir.

2. Desenvolvimento dos painéis com as fases da história

Fases da história da coleção

Cada painel acima representa uma fase da minha história, onde além de conter elementos da mesma, também busquei adicionar imagens que representassem as roupas utilizadas pelos meus personagens, texturas, lugares que conheceram, etc. Eles servem para dar ambiência à minha coleção e serão úteis para construção do painel de inspiração/moodboard.

Painel 1: Representa os sonhos e as visões da personagem principal.
Painel 2: Viagem e chegada à Ilha de Creta.
Painel 3: Quando a personagem principal, Aria, e seu melhor amigo, Natan, visitam o museu arqueológico. Lá ela tem mais visões envolvendo o Príncipe dos Lírios, um quadro exposto no museu, e descobre que precisa encontrar três estatuetas da Deusa das Serpentes para recuperar a memória de sua vida passada e os poderes.
Painel 4: Aria revela a Natan seus sonhos e visões e ele também confessa que vem passando pela mesma coisa. Na mesma noite ela é sequestrada por um touro, que está enfeitiçado e é servo do mago que quer impedi-los de chegar às estatuetas.
Painel 5: Aria é aprisionada em um calabouço, onde enfrenta, com Natan, o primeiro desafio para recuperar uma das estatuetas: derrotar o touro.
Painel 6: Corresponde ao segundo desafio, para encontrar a estatueta que está no Sítio Arqueológico de Cnossos. Lá eles enfrentam um grifo, outra criatura enfeitiçada pelo mago.
Painel 7: Representa o último desafio para recuperar a terceira estatueta, situada no Museu Arqueológico. Eles enfrentam o próprio mago, com o auxílio de seus poderes recuperados.

(Eu sei que parece uma história sem pé nem cabeça, mas juro que lendo as 17 páginas faz todo o sentido haha)

3. Painel de Inspiração/ Moodboard

moodboard

Para a criação do moodboard apenas juntei elementos dos painéis das fases, buscando trazer informação de cores, texturas, padronagens, modelagem,… Enfim, tudo o que poderia ser utilizado como inspiração durante a criação da minha coleção, incluindo características que eu gostaria que as minhas peças tivessem.

4. Desenvolvimento dos painéis de Cores, Tecidos, Aviamentos e da Pesquisa de Tendências

paineis-2

5. Criação da coleção cápsula, contendo 10 croquis representados frente e costas

Optei por fazer todos os croquis à mão com canetas hidrográficas e lápis de cor. As partes da história que representei na minha coleção foram os três desafios. Por isso encontram-se estampas de listras, correntes, chifres e amarrações (look 1 à 4), referentes à fase do sequestro e prisão. Já os looks 5 e 6 correspondem ao segundo desafio, onde as listras brancas sobre o fundo vermelho estão presentes nas paredes da Sala do Trono, no sítio arqueológico de Cnossos (Painel 6). E os looks 7 à 10 representam o último desafio (painel 7).

Além disso, busquei incorporar em alguns looks o tecido Scuba – com textura imitando a pele de cobra – e mais alguns elementos presentes no painel de inspiração. Como pregas, a cor amarela do táxi, o verde da serpente e as saias em formato de sino usadas pelas cretenses que tentei representar através da modelagem evasê.

costas
Parte de trás dos croquis escaneados

6. Fichas Técnicas

des-tec

Terminados os croquis, demos início às fichas técnicas de pelo menos 4 deles. Mas – para o post não ficar maior do que já está – adicionei apenas as fichas das peças do coordenado escolhido para confecção, que foi o número 6. O motivo de ter optado por confeccionar ele é porque corresponde à fase da história onde a personagem principal está enfrentando o seu segundo desafio, na busca de descobrir  mais sobre seu passado. É o momento em que ela usa seus poderes pela primeira vez. Obtendo, assim, um pequeno vislumbre de quem ela realmente era e quem poderia ser.

7. Confecção das peças

costua

8. Ensaio Fotográfico

ensaio-fot

Finalmente, a última etapa do projeto: o ensaio fotográfico das peças confeccionadas com uma “modelo” real. Foi aí que chamei uma amiga para ser minha modelo.

Nem preciso dizer que fiquei super orgulhosa do resultado final né? E detalhe, as listras foram todas feitas à mão, com tinta para tecido. Falei um pouquinho mais sobre as peças nesse post aqui.

O que vocês acharam? Gostariam de mais posts falando sobre os trabalhos do curso de moda? Beijos <3

Me acompanhe também: Facebook | Instagram | Pinterest | Bloglovin

0 Comments

  1. que demais, parabens pelo resultado! o look ficou otimo mesmo. imagino como tu deve ter ficado orgulhosa com o resultado hahaha
    o look que mais gostei foi o ultimo vestido. se quiser uma modelo pra ele, estamos aqui huahuahau

    poxa, publica tua estória, achei ela sem pé nem cabeça mas me interessei auhauahua
    ia me ferrar legal com criar estórias, sou péssima com isso. não sou esritora!!!

    beijos e bom retorno!!!

    1. Oi Nana, muito obrigada! Pode deixar que se precisar de modelo já sei quem chamar hahah Gostei da tua ideia de publicar a história, acho que vou criar uma categoria ou página separada no blog pra ela.
      E sabe que criar a história nem foi tão difícil assim?No início quando ele falou de criar uma história eu fiquei com um pé atrás, até porque o método da Feevale é bem diferente, então ,como não saberia o que criar,resolvi pesquisar mais sobre a antiguidade grega, as roupas que usavam, obras de arte, lugares em Creta, e quando tinha informação o suficiente, a história fluiu haha
      Beijos <3

  2. Menina, e eu achando que moda era só aprender umas teorias, uns tecidos, costurar e ter umas ideias loucas. QUE PROCESSO DE CRIAÇÃO INCRÍVEL. Você mudou completamente a minha concepção de como funciona.
    Tipo, vocês criam literalmente uma história para as peças, isso é tipo UAU.
    Suas peças ficaram lindas, inclusive. ♥

    Beijos
    http://www.jadeamorim.com.br

    1. Oi Jade! Muito obrigada! Preciso dizer que a parte da história foi a mais divertida haha Quanto aos métodos, variam de universidade para universidade. Nessa de Portugal eu tive que criar uma história, já na universidade que estudo no Brasil, o primeiro passo é fazer uma pesquisa científica, no lugar da história, para embasar a coleção. Beijos! <3

  3. M-E-U D-E-U-S , que post é esse?
    Juro para você que eu tinha um pensando, digamos até ignorante, sobre o conceito de criação da moda. Mas agora depois de ler seu post, fiquei tão feliz. Amo descobrir o modo como as coisas são feitas.
    Amei, beijos!

  4. Nossa, que post bem escrito e explicado, parabéns mesmo pela qualidade do seu blog! Achei muito legal, eu super tenho vontade de fazer algum curso ou intercâmbio em Portugal, agora com a aceitação do ENEM várias universidades as chances aumentam muito <3

  5. Caramba, que demais!!! Geralmente quando se fala em criação de moda parece algo tão fácil né? ninguém imagina o que tem por trás de cada peça. incrível! e eu amei seus desenhos, são perfeitos. *-*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *